Encontro #35, módulo 3



Quem é o seu HERÓI?


Tem gente que diz que é aquele personagem favorito, alguma figura religiosa ou alguém muito importante. Tem gente que não acredita nessas coisas. E tem a gente, que tá aprendendo a compreender que podemos ser o nosso próprio herói da nossa história.


O Encontro de hoje foi conduzido pela Lolly e pela Jú, com o objetivo de trabalhar nossa TRAJETÓRIA pessoal e profissional pra, no final de tudo, elaborarmos uma autobiografia. Pra isso, a Lolly nos mostrou um vídeo que contava um pouco sobre o "Mito do Herói", no que consistia sua JORNADA, quais eram suas dificuldades e como, apesar dos pesares todos, ele atingia seu objetivo no final. Cada um, depois de ver o vídeo, teve que escrever num papel quem era o seu herói e o motivo. Todo mundo ficou bem PENSATIVO, afinal, a gente já não pensa mais tanto nessas figuras idealizadas, né? Era mais fácil quando éramos crianças, mas agora, com uma outra bagagem e vivência, deu pra perceber nitidamente a TRANSFORMAÇÃO do nosso senso crítico e nossa visão de mundo.


Depois da REFLEXÃO, lemos um texto da Clarice Lispector chamado "A descoberta do mundo", seguido de um trecho de uma minibiografia de um grafiteiro chamado Mauro Neri. Depois de nos familiarizarmos com esse tipo de escrita, chegou a hora da gente escrever a nossa própria autobiografia. A gente fingiu ser ESCRITOR, buscou nas nossas MEMÓRIAS as nossas LEMBRANÇAS mais gentis e botamos a mão na massa. É incrível como a VIDA passa e a gente muda, evolui, constrói e tem horas que a gente nem se dá conta. Depois de vários FLASHBACKS, o exercício foi tomando forma e ficando mais DIVERTIDO. Apesar da nossa dificuldade, quem melhor do que a gente pra falar de si mesmo?


O clima FILOSÓFICO fez a gente repensar um monte de coisa. Reavaliar SONHOS, renovar nossa fonte de INSPIRAÇÃO e perceber que, apesar das eventuais dificuldades, a SUPERAÇÃO chega. Pode demorar, mas uma hora chega!


Feito os ensinamentos de Campbell, nossa vida também terão algumas dificuldades. A gente vai ter que sair da nossa zona de conforto, enfrentar monstros, superar medos. O importante é acreditar em si mesmo e não desistir porque, feito herói, nossa recompensa estará lá no final. Basta persistir!


Até breve!