Encontro #22, módulo 3


Dizem que, quem canta, seus males espanta. Que a música salva, a dança revigora, o RITMO faz fluir. O mais DIVERTIDO disso tudo é saber que agora a gente não precisa mais ter o dom vocal pra fazer melodia. Nosso maior aliado é nosso corpo! O Grupo Barbatuques foi responsável pelo nosso encontro de hoje e foi SURPREENDENTE ver quantos sons a gente consegue reproduzir sem ao menos ter ciência disso. Dois integrantes do grupo, Marcelo Pretto e Charles Raszl, foram os oficineiros responsáveis por nos explicar o que é MUSICA CORPORAL e despertar esse TALENTO oculto na gente!


No decorrer do encontro, foram feitas várias atividades e dinâmicas que exigiam CONCENTRAÇÃO e COORDENAÇÃO MOTORA. Não foi fácil no começo, ficamos meio ATRAPALHADOS, tentando entender as novas possibilidades que nosso corpo nos oferecia. Entre palmas, batidas do peito, vibrações com os pés no chão e muita risada, fomos descobrindo o PRAZER em se fazer música e exercitar a nossa MENTE E CORPO.


Essa INCRÍVEL DESCOBERTA só foi possível com muita paciência, atenção e dedicação, compreendendo a proposta RÍTMICA das atividades e mergulhando de cabeça, sem medo de errar. Em um dos grupos, Pretto chegou a citar um trecho de uma canção chamada "Sobre Palavras", que cantarolava um pouco sobre o erro e a necessidade de se equivocar para evoluir. A gente só consegue atingir o que almejou depois de passar por cima de alguns empecilhos, não é mesmo?


Entre ESCALA MUSICAL, ANSIEDADE e DIVERSÃO, fomos lidando com um novo grau de dificuldade a cada atividade. O clima DESCONTRAÍDO foi CONTAGIANTE: a gente se soltou, se entregou, se divertiu, se (re)descobriu. Saímos de lá RADIANTES!


É interessante pensar como algo que é tão nosso - feito o corpo - pode apresentar uma nova faceta se a gente se permitir experimentar e vivenciar o que nos é proposto. A vida, afinal, é isso: ter jogo de cintura, saborear novas situações, matar um leão por dia e, no desfecho, fazer música a partir da gente mesmo. Somos o nosso maior e melhor instrumento de mudança!


Até a próxima!