Encontro #10, módulo 2


A gente sempre se perguntou pra onde é que a gente vai. O que o futuro reserva, quais são nossas previsões. Hoje foi a hora de questionar o outro lado da história: de onde a gente veio? E o que torna a gente ‘a gente’? Apertem os cintos e nos acompanhem nessa viagem pelo tempo!


Coordenado pela Érica, o 1º Encontro do nosso 2º módulo trabalhou a ancestralidade. Um palavrão, né? Pois é: essa bate papo foi EMOCIONANTE e repleto de DESCOBERTAS.


Começamos com um aquecimento. De pé, com os olhos fechados, fomos tomando consciência de nosso corpo, das nossas sensações, dos nossos formatos. Foi uma imersão dentro de nós mesmos, um RESGATE das nossas características. Induzidos numa conversa bem LEGAL, nos perguntamos se parecíamos com alguém de nossa família. Será que tenho os olhos da minha avó? E o sorriso, será do meu pai?


Nesse clima de indagação foi exibido o poema "Vozes-Mulheres", de Conceição Evaristo, no telão. Ficamos responsáveis por ler uma estrofe cada um e, feito isso, conversarmos sobre o que a gente entendeu. O tanto de associações e reflexões que apareceram foi INUSITADO e depois de alguns RISOS e sugestões, a Érica nos explicou sobre o que se tratava este poema: era pura MEMÓRIA, um EXTRAORDINÁRIO relato sobre o que é essa tão falada ancestralidade, afinal.


Falamos da importância de nossa família no nosso passado e, como tudo o que eles foram, nos tornaram um pouco do que a gente é também. Em trio, escrevemos o que pensamos e sentimos em relação ao poema e ao encontro.

Foi EMOCIONANTE notar como estamos mais unidos, menos tímidos, como entre nós foi desenvolvido um ambiente FAMILIAR, alimentado a cada encontro. Muito DA HORA, né?


Pra não perder o timing, tivemos uma pesquisa para fazer em casa com a nossa família: preparar uma linha do tempo com pessoas importantes em nossas vidas, até chegar a gente. Quanta LEMBRANÇA, quanta HISTÓRIA... Tenho certeza que o próximo encontro vai dar o que falar!


Lembre-se: nossa TRAJETÓRIA é nossa marca pelo mundo. Reconhecer e respeitar nossas ORIGENS é preciso. Vem desbravar o mundo com a gente!