Encontro #7, módulo 1


O minimalismo do preto e branco pode ter lá seu charme, mas tudo fica mais bonito quando COLORIDO, né?


Com uma ideia na cabeça e alguns pincéis na mão, vou te contar um pouco do que aconteceu no nosso sétimo encontro.


Ainda no clima CRIATIVO do encontro passado, continuamos a liberar o nosso lado ARTÍSTICO. Pra começarmos com tudo, o aquecimento foi uma espécie de “Corre Cotia” com "Telefone sem Fio", duas atividades brincantes que terminavam com haikai. Foi DIVERTIDO correr pra cá e pra lá e o gostinho de nostalgia ficou pairando no ar. Tão LEGAL quando a gente se aproxima cada vez mais do outro e nos percebemos neles também, né? Um momento tão ESPECIAL como esse só poderia nos preparar pra coisa mais BACANA ainda que viria a seguir: o nosso tão esperado TRABALHO FINALIZADO. Sim! Chegou a hora de pintarmos nossas obras de arte feitas com argila!


Orientados e acompanhados pelo Oswaldo, artista plástico responsável por nos supervisionar, vimos nossas produções tomarem forma e ganharem vida. É tão GRATIFICANTE quando notamos que uma ideia, outrora só na nossa cabeça, tá ali, na nossa frente!


TRANQUILO e introspectivo - estávamos tão dedicados às nossas obras que não vimos a hora passar - nosso encontro também foi, de longe, INSPIRADOR. Encontramos a BELEZA quando nos permitimos experimentar coisas diferentes, arriscar algumas cores, explorar outras formas. Afinal, assim como argila, somos mutáveis e capazes de transformar o mundo com as próprias mãos. Basta darmos nosso toque final.


Até a próxima!