Encontro #2, módulo 1

Você sabia que a DIFERENÇA também aproxima?

O encontro de hoje foi, no mínimo, um APRENDIZADO. Sobre a gente e sobre o outro. Uma verdadeira REFLEXÃO sobre o que, de fato, nos aproxima e nos distancia. No final, a gente sabe: BOM mesmo é se reconhecer em outro olhar, abrir a cabeça, conhecer coisa nova, experimentar. No encontro de hoje a atividade era pra nos conhecermos e nos reconhecermos no próprio grupo. Parece COMPLEXO, eu sei, mas te garanto: foi ÓTIMO. Começamos as atividades em duplas. As duplas transformaram-se em quartetos. A princípio, estávamos meio envergonhados, confesso, mas tudo é questão de SUPERAÇÃO, né? Apesar da timidez, foi tão DIVERTIDO conversar com a galera e notar o quanto a gente se aproxima, mesmo com tantas diferenças. Pra expressar isso, montamos uns cartazes pontuando nossos aspectos em comum - ou não - e nos apresentamos para o resto do grupo. Foi INTERESSANTE perceber que ser DIFERENTE é, também, ser único. Feito isso, nos juntamos para conversar sobre o que tinha acabado de rolar, nossas diferenças, nossos semelhanças. Foi um momento REFLEXIVO, meio na pegada de um bate-papo bem FILOSÓFICO. E ficou ainda MELHOR: exibiram um vídeo da Mc Soffia, uma rapper negra, de 12 anos, superempoderada e sacudida. Na sua fala, a cantora abordava as diferenças de gênero, negritude e feminismo. Um vídeo INSPIRADOR que deixou todo mundo PENSATIVO. O que gerou, depois, uma conversa INCRÍVEL: aqui, percebemos a possiblidade de se falar sobre o que é diferente, sobre tolerância e, sobretudo, que a gente ganha ainda mais CONHECIMENTO quando existe uma troca entre aquilo que já conhecemos e o novo. O que não faltou nesse encontro foi conversa. Papeamos. Rimos. Refletimos e não foi pouco. Levamos, como lição, uma coisa só: abrir a cabeça é ser mais DINÂMICO, CRIATIVO, CURIOSO. Evoluir é se aventurar.


Vem pra essa caminhada com a gente!